O ladrao vem para roubar matar e destruir

Este versículo de João 10 é muito conhecido pelos cristãos e até mesmo por não crentes. Muitas pessoas costumam citar este trecho de maneira equivocada, trocando a palavra 'ladrão' por 'diabo'. Segundo o contexto do capítulo, Jesus não se referia ao diabo como o ladrão da parábola. Daí fica uma pergunta em nossa mente: então quem era o ladrão do trecho de João 10:10?

Quando Jesus disse essas palavras, o Filho de Deus abordou uma questão que já era um problema naquela época: a ganância dos líderes religiosos e o desamparo das suas ovelhas. A parábola se referia diretamente à condição em que se encontravam os judeus: com líderes acovardados - alguns deles verdadeiros saqueadores - e ovelhas vulneráveis a qualquer tipo de ataque. 

Não conhece este trecho bíblico? Acesse aqui: João 10 - A parábola do pastor e o rebanho.

No decorrer da parábola, Jesus colocou quatro figuras chave:

  • As ovelhas - Representam o povo de Deus. Naquele momento Jesus falava diretamente aos judeus, mas Ele apontou que haveriam outras ovelhas em outro aprisco e que se reuniriam todas - judeus e gentios - em um só rebanho (João 10:6). 
  • O ladrão ou assaltante - No primeiro versículo Jesus afirma que "aquele que entra no aprisco das ovelhas, mas sobe por outro lugar sem ser pela porta é ladrão e assaltante". Então quem é o ladrão? Todo aquele que não entra pela porta e utiliza de outros meios para entrar no aprisco. Jesus disse que Ele era a porta que leva a salvação (João 10:6,9). Desta forma, entendemos que o objetivo central do ladrão é entrar no meio das ovelhas. Ele quer entrar de todas as formas, menos pela porta.
  • O assalariado ou mercenário - Jesus faz uso da figura do assalariado para ilustrar aquelas pessoas que exerciam suas funções por dinheiro. O assalariado não é o pastor a quem as ovelhas pertencem. Na verdade, ele não se importa com as ovelhas e teme pela sua própria vida (João 10:13). Assim como contavam seus salários, contavam também seus esforços. Em uma situação de risco, abandonariam as ovelhas, deixando-as à mercê do lobo (João 10:12).
  • O bom pastor - Jesus é o bom pastor, as ovelhas conhecem a sua voz e ele dá a sua vida pelas ovelhas (João 10:14,15). O assalariado não é capaz de entregar a sua vida pelas ovelhas, mas o bom pastor sim. Jesus entregou sua vida de maneira voluntária, por amor e não por obrigação (João 10:17,18). Ao se identificar como a porta, Jesus apontava para o seu caráter. Ao se referir como o bom pastor, Jesus apontou para a eficácia dos seus atos.

Jesus se colocou como o único caminho para a salvação, o único acesso. Se colocou como o único com capacidade de dar a vida pelas ovelhas. Se mostrou o único capaz de pastorear, conduzir e reunir todas as suas ovelhas em segurança. Tudo isso sob a permissão do Pai. Mesmo falando por uso de parábola, os judeus não compreenderam o que Jesus quis dizer (João 10:6).

Assim como a palavra de Deus é comparada a uma espada cortante, os judeus ficaram divididos e alguns até chamaram Jesus de louco (João 10:19,20). Verdadeiramente a "mensagem da cruz é loucura  para os que estão perecendo, mas para nós, que estamos sendo salvos, é o poder de Deus" (1 Corintios 1:18).

João 10:14

Mesmo depois do sacrifício de Jesus na cruz, muitos ainda procuravam ter acesso ao aprisco por outros meios e continuavam a pensar que o legado de Jesus era uma loucura. Como expôs o Apóstolo Paulo em 1 Corintios 22-24: "Os judeus pedem sinais milagrosos, e os gregos procuram sabedoria; nós, porém, pregamos Cristo crucificado, o qual, de fato, é escândalo para os judeus e loucura para os gentios, mas para os que foram chamados, tanto judeus como gregos, Cristo é o poder de Deus e a sabedoria de Deus".

Como o ladrão rouba, mata e destrói?

A intenção do ladrão quando invade um lugar é simplesmente subtrair o que ele puder. Um ladrão não mede as consequências, se vai destruir algo ou se alguém pode perder a vida para que ele consiga o que pretende saquear.

Os falsos profetas e pregadores irresponsáveis também não medem o teor das suas palavras. Falam com o objetivo de subtrair o que podem das ovelhas, não entram pela porta e nem apontam para ela.  A leviandade dos seus atos pode levar as ovelhas à destruição e a morte espiritual.

Jesus nos deixou explícito este aviso: "Pois aparecerão falsos cristos e falsos profetas que realizarão sinais e maravilhas para, se possível, enganar os eleitos. Por isso, fiquem atentos: avisei-os de tudo antecipadamente" (Marcos 13:22-23). 

Naquela época os religiosos estavam fazendo da casa de Deus fonte dos seus interesses. Qualquer pessoa que se opusesse ou os confrontasse com a verdade era perseguido. Foi o que aconteceu com Jesus. Ele foi perseguido pelos religiosos até conseguirem condená-lo. Tentaram de todas as formas tirar-lhe a vida para que continuassem administrando seus próprios interesses.

Sabemos que era necessário que o bom pastor entregasse a vida pelas ovelhas, Jesus deixa claro:  "Ninguém a tira de mim, mas eu a dou por minha espontânea vontade. Tenho autoridade para dá-la e para retomá-la. Esta ordem recebi de meu Pai" ( João 10:18). 

Cristo venceu na cruz e nele alcançamos a salvação, mas o ladrão continua agindo da mesma forma nos tempos atuais: "No passado surgiram falsos profetas no meio do povo, como também surgirão entre vocês falsos mestres. Estes introduzirão secretamente heresias destruidoras, chegando a negar o Soberano que os resgatou, trazendo sobre si mesmos repentina destruição. Muitos seguirão os caminhos vergonhosos desses homens e, por causa deles, será difamado o caminho da verdade. Em sua cobiça, tais mestres os explorarão com histórias que inventaram. Há muito tempo a sua condenação paira sobre eles, e a sua destruição não tarda" (2 Pedro 2:1-3). 

Por isso, ouçamos sua voz e nos apeguemos a sua Palavra! Jesus é o bom pastor e todo aquele que aponta para a porta e entra por ela encontra pastagem. Que andemos nos seus caminhos e que estejamos atentos a qualquer um que tente entrar no nosso meio que não seja através da porta que é Jesus.

Façamos como os irmãos em Bereia relatado em Atos dos Apóstolos 17:11: "Os bereanos eram mais nobres do que os tessalonicenses, pois receberam a mensagem com grande interesse, examinando todos os dias as Escrituras, para ver se tudo era assim mesmo". A igreja que é fundamentada na palavra de Deus - e somente nela - não deixa o ladrão entrar causando destruição e morte.